Vasco

Julgamento nesta quarta decide sobre anulação da eleição do Vasco

Colegiado de desembargadores vai analisar pedido de anulação. Última decisão foi de efeito suspensivo, mantendo a validade do pleito de 2017

Foto: Paulo Fernandes/Vasco.com.br
Alexandre Campello durante sua posse como presidente do Vasco

Na véspera da semifinal da Taça Rio, o Vasco terá um compromisso importante na Justiça. Está marcado para as 10h (de Brasília) desta quarta-feira o julgamento do pedido de anulação da última eleição do clube, na 17ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O pleito foi vencido pela chapa "Sempre Vasco Livre" - posteriormente, Alexandre Campello, vice do grupo, romperia com o candidato Julio Brant e o venceria na eleição entre conselheiros.

- Estamos bastante confiantes. A última decisão demonstra claramente qual é a intenção. Uma oposição que ganhou a eleição e insiste em anular. Isso é estranho. Se esses estivessem hoje na presidência teriam o mesmo entendimento? - questionou Campello, durante coletiva na última terça-feira. 

Apesar do discurso de Campello, há internamente em São Januário uma preocupação com o resultado do julgamento. O atual presidente vem recebendo apoio de diversos grupos - Leonardo Rodrigues, ex-diretor jurídico do clube e membro do Casaca!, está auxiliando no processo. 

Entenda o caso 

O pedido de anulação data de agosto do ano passado e foi formulado pelo advogado Alan Belaciano, membro do corpo jurídico do grupo "Sempre Vasco", de Brant. Em sua argumentação, ele alega que houve outras fraudes além das comprovadas na urna 7, o que contaminaria todo o processo. 

+ Advogado ligado a Brant cita novas fraudes e pede anulação de eleição do Vasco 

Após decisão favorável em primeira instância, a desembargadora Márcia Alvarenga concedeu efeito suspensivo em outubro e manteve a validade da eleição. 

Na primeira decisão, o juiz André Pinto determinava que a eleição fosse anulada, e um novo pleito fosse realizado em dezembro de 2018. Um colegiado de cinco desembargadores irá analisar a questão. Depois disso, caberá recurso apenas no Supremo Tribunal Federal, em Brasília. 

Alexandre Campello está em seu segundo ano de mandato, que se encerra em 2020.

Por Bruno Giufrida e Felipe Schmidt - Rio de Janeiro

Imagens



PUBLICIDADE

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 


O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|