Siga nossas redes

Atualização

Motorista de acidente na BR-376 afirma em depoimento que ônibus ficou sem freios

Atualização: Pelo menos 19 pessoas morreram após veículo cair em uma ribanceira

Foto: PRF/ Divulgação

Clique aqui para receber notícias atualizadas todos os dias no seu Whatsapp.


    O motorista que conduzia o ônibus de turismo que caiu de uma ribanceira na BR-376 prestou depoimento nesta tarde de segunda-feira, 25, na Polícia Civil de Guaratuba (PR). O acidente causou a morte de pelo menos 19 pessoas.

    Conforme o delegado Cristiano Quintas, o motorista, de 67 anos, ao ser interrogado, afirmou que, em uma das curvas durante a descida da Serra da Santa, o freio do veículo apresentou problemas, no entanto, quando se deu conta da falha, não conseguiu mais conter o ônibus.

    "Inclusive, ele já havia passado pela área de contenção da rodovia e relatou que não havia mais nada a fazer, a não ser tentar fazer as curvas", disse o delegado.

    De acordo com a Arteris Litoral Sul, concessionária responsável pela rodovia, há duas áreas de escape na descida da Serra, no km 667,3 e no km 671,7. O acidente aconteceu no Km 668,7.

    Com a falha nos freios, o motorista relatou que não conseguiu fazer uma das curvas e o ônibus acabou batendo na mureta de concreto. Em seguida, o veículo tombou e caiu na ribanceira.


Destino da viagem

    O homem de 67 anos ainda disse ao delegado que foi contratado, de forma terceirizada, para realizar a viagem para esta empresa de ônibus, com sede em Belém do Pará. Havia dois guias de viagem no veículo para instruir os turistas.

    Por se tratar de um trabalho terceirizado, o motorista não soube informar de onde eram os turistas. De acordo com o delegado, o veículo, que saiu do Norte do país, não seguia um destino final, já que alguns passageiros desembarcaram em Curitiba e outros desceriam em Florianópolis e, alguns ainda, em Balneário Camboriú.

    Ainda de acordo com o delegado, o motorista realizou o teste etílico após o depoimento, que apresentou índice zero para álcool no sangue.


Inquérito policial

    Além do motorista do veículo, um dos policiais da Polícia Rodoviária Federal (PRF), que prestou os primeiros socorros logo após o acidente, também foi interrogado.

    De acordo com o delegado Cristiano Quintas, um inquérito policial será aberto para investigar as causas do acidente e a regularidade da empresa de transporte do Belém do Pará. A Delegacia de Delitos de Trânsito (Dedetran) de Curitiba ficará responsável por investigar o caso.

    O delegado ainda disse que a documentação do veículo ainda não foi apresentada. A perícia segue no local do acidente para investigar se houve realmente uma falha mecânica no ônibus.

Fonte: O Município

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 




PUBLICIDADE

O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|