Siga nossas redes

Tati Bilk

Conheça Tati Bilk - A professora de Taió que optou ser especial

Ela lecionou na Apae, foi para o ensino regular, mas optou em voltar a ensinar os seus queridos alunos da Apae

Por: Jornal A Tribuna do Vale - www.jatv.com.br

Nessa semana, foi comemorado o Dia do Professor. Se essa profissão já é toda especial, imagina ser professora de alunos especiais. Isso é o que a professora Tatiane Bilk Felix Leite (35) tem o prazer de fazer. A prof. Tati já lecionou na EEB Leopoldo Jacobsen, na EEB Luiz Bertoli e até mesmo no CEI Anjo da Guarda. Mas seu amor pelos alunos da Apae é maior. Por isso, atuou na Apae de 2011 a 2012 e voltou em 2018, dando aulas na instituição até os dias de hoje. O JATV falou com ela, que possui esse dom e essa profissão tão especial. Confira:


JATV - Como tem sido lecionar na Apae em tempos de pandemia?

PROF. TATI - Tem sido muito diferente e muitas vezes angustiante, pois vemos a necessidade do contato físico para realizarmos um trabalho mais eficaz. Porém estamos nos adaptando com esse modelo de aula remota, de aula online, realizamos uma apostila onde todos os alunos receberam e cada dia é realizado um vídeo explicativo da atividade, onde o aluno mata um pouco da saudade do professor também. Mas não é fácil.


Qual tem sido a maior dificuldade para os educadores?

PROF. TATI - Primeiramente não estamos capacitados para essas aulas remotas, então fomos nos adaptando no decorrer do tempo, nossa casa passou a ser onde trabalhamos, então não é fácil, sabemos da dificuldade dos pais e responsáveis também, pois tem que tirar um tempo para realizar a atividades com seus filhos, porque sozinho eles não conseguem fazer. Então não tem como fazer atividades mais elaboradas porque fica difícil de realizar em casa, por faltar material ou até mesmo por não entenderem como realizar. O retorno das atividades também é importante para nós educadores, assim sabemos que estamos no caminho certo, mas muitas vezes não recebemos, e isso ocorre aqui como também no ensino regular.


O que os pais dos alunos, e os próprios alunos, dizem sobre a falta de aulas presenciais na Apae?

PROF. TATI - Os alunos não veem a hora de voltar, pedem o tempo todo, pois sabemos que ali na Apae é o lugar em que eles gostam de estar, pois tem "coisas" diferentes para eles, algo atrativo que faz com eles saem da rotina de casa. Muitos de nossos alunos estão depressivos com essa situação, porém no momento é o melhor a fazer, porque não podemos voltar as aulas, pois não conseguem entender e realizar os devidos cuidados, eles adoram abraçar, beijar e ficar perto. Não tem como, quem conhece nosso trabalho na APAE sabe que tudo é realizado com muito amor e cuidado e sempre zelando pelo bem-estar do nosso aluno.


Vemos os vídeos que os educadores sociais postam na página da Apae. Os alunos assistem?

PROF. TATI - Sim assistem, realizamos os vídeos com um meio de estar junto deles, esses vídeos são postados no grupo da sala e também no facebook da APAE Taió, onde muitas pessoas podem ter acesso e dar ideias para outros professores também. Já deixo um convite para acessarem o blog, facebook e Instagram da APAE TAIÓ assim vocês verão um pouco do nosso trabalho. Recebemos retorno de muitas famílias, realizam fotos ou vídeos mostrando a atividades deles, temos interação no grupo da sala. Lógico que nunca conseguimos atingir 100% das famílias, mas nossa parte como educadores estamos fazendo, é muito gratificante quando recebemos algum depoimento dos pais a respeito das atividades. Isso é ótimo, nos motiva cada vez mais.


Fala-se em um possível retorno dos alunos e educadores para a Apae ainda neste ano?

PROF. TATI - Particularmente acho difícil voltar, pelo comprometimento da saúde de nossos alunos. Gostaríamos muito de voltar, mas a responsabilidade é grande, penso em que nós adultos já temos dificuldade de ficar com uma máscara por 4 horas, imagina eles. Queremos o bem a eles e não prejudicar. Acredito que como pai vejo muito bem a importância desse momento ficar em casa, sair aos poucos. Mas numa escola é difícil você conseguir manter o distanciamento e a higiene necessária. Sendo que na Apae já complica o transporte que é pequeno e muitas outras coisas também.


Essa impossibilidade das aulas presenciais, prejudicou a evolução dos alunos?

PROF. TATI - Com Certeza prejudica ainda mais para nossos alunos da APAE, não é a mesma coisa presencial e a distância, nossos alunos não conseguem realizar as atividades sozinhos, precisam de ajuda de apoio e cada um é um ser único, temos que utilizar de vários meios diferentes para ensiná-los. Uma atividade em sala é aplicada de várias maneiras para atingir o conhecimento de cada um. Fora que realizamos as aulas teóricas junto com a prática, pois é assim que eles aprendem, não é fazer por fazer, mas sim o fazer para aprender.


Você já lecionou em escolas municipais e estaduais, e também na Apae. Qual é a grande diferença que você sente?

PROF. TATI - A dificuldade do retorno das atividades em todas as escolas seja municipal ou estadual, pois converso com muito de meus colegas professores e vemos essa dificuldade de retorno das atividades. É importante destacar que o professor deve estar realizando a atividade no vídeo para que os alunos tenham o contato mesmo que virtual do professor para que se crie um vínculo, assim o aluno tem mais segurança na hora de realizar a atividade, é assim que fizemos na APAE, pois sentimos essa necessidade de estar mais perto deles.


Dá saudade do dia a dia com os alunos?

PROF. TATI - Nossa.... e como dá sim, nossa rotina diária, nossas conversas, nossas práticas, nossos passeios educativos, nossos lazeres, sentimos sim a falta, quando entramos na escola bate um frio, dá uma tristeza, pois tudo está tão quieto, falta as risadas, a circulação dos nossos amados alunos. Muitos olhares, abraços e beijos, isso sim faz falta, esse amor e carinho que nos demonstram todos os dias, o sorriso e o olhar puro deles, como faz falta. E sei de certeza que é recíproco deles também esse sentimento.


O que você tem a dizer para quem queira ser um educador especial, seja em tempo de pandemia ou não.

PROF. TATI - Primeiramente você deve amar ser professor, amar as diferenças e ver essa diferença apenas como um obstáculo. Trabalhar na Educação Especial é maravilhoso vemos as conquistas diariamente. Devemos entender que cada ser é único e que devemos compreender as diferenças, porque podem ter a mesma deficiência, mas cada um reage de uma maneira diferente. Muitas vezes ocorrem atritos como em qualquer outro lugar, porém logo fazem as pazes, nossos alunos não têm e também não veem maldade no coração. A pandemia só mostrou a importância da figura Professor na vida de nossos alunos e dos alunos na vida do professor.

 

Um recado aos pais e aos alunos da APAE.

PROF. TATI - Queridos pais e responsáveis nesse momento difícil que estamos passando nos mostra a importância do fortalecimento na relação entre escola e família. Com amor, carinho e paciência logo as atividades voltarão ao normal, prezando pela saúde e pela qualidade do nosso trabalho.

Imagens

 

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

 




PUBLICIDADE

O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|