Coluna/Emerson Lima

Ano novo de novo!

A ideia é começar tudo de novo! Não é simples assim como a gente pensa. Tem que ter garra e muita paciência para retornar ao início e partir dali ajeitando o que não deu certo até uns dez dias atrás. A ideia é começar de novo (vou repetir várias vezes esta frase): ler o livro que está na estante; fazer a dieta para ‘perder’ uns cinco quilos; tentar fazer amizade com aquelas pessoas que não suportamos; economizar; passear mais e se preocupar menos; empreender mais; ir mais à Igreja para agradecer (pedir!) e rezar; ficar mais com a família e menos nos grupos sociais; ser mais fiel; fumar e beber menos...

A ideia de começar de novo está presente, geralmente no final de dezembro até a primeira quinzena de janeiro, depois o ‘começar de novo’ se transforma numa tendência a repetição. Sim! Repetir tudo de novo porque sabemos que no ano seguinte dará pra começar tudo outra vez.

É assim que muitos de nós olhamos e vivemos o tempo que nos é proposto neste mundo. Basicamente os pensamentos são os mesmos. Os pedidos são os mesmos: paz, amor, dinheiro, emprego e os outros escritos na introdução deste artigo. Pode ser que alguém fuja a regra dos ‘pedidinhos’ e das simpatias. São poucos, mas tem. Não que estejamos menosprezando a ‘fina cultura’ da virada de ano nas principais regiões e capitais de nosso país, não mesmo!

A gente poderia pensar nas pessoas que nos governam, como é que elas fizeram seus pedidos? O que pediram? O que o Temer pediu para o Brasil? O que o nosso governador pediu para o nosso estado nossos deputados e senadores? Será que pediram alguma coisa interessante para melhorar a máquina pública? Os economistas não estão muito simpáticos e esperançosos a cerca de tudo o que aconteceu no país. Os nossos hospitais estão entrando em colapso mais uma vez! Estamos falando dos grandes hospitais. Funcionários com salários atrasados. Cirurgias sendo canceladas por falta de medicamentos e de condições básicas para serem realizadas. Empresas despedindo seus funcionários a cada semana sem condições de mantê-los. Nossas rodovias estão cada vez mais baleadas, até parece que um grupo de alienígenas jogou suas bombas nos asfaltos. Logo nos asfaltos! Tanto lugar e coisas para serem destruídas... O número de buracos é compatível com o número de radares eletrônicos para controle de velocidade.

A ideia de começar de novo no ano novo? Quem sabe a gente poderia dar continuidade ao que já está aí, melhorando a nossa economia, deixando o dinheiro circular na cidade e, não fora dela. Cumprindo o dever de bom cidadão pagando nossas dívidas sem se comprometer com mais. Cuidar da saúde da família. Evitar brigas e rezar mais do que rezamos no ano passado. A ideia de começar de novo, só vale se já cumprimos o que havíamos começado. Bom ano!


colunas

Luiz Carlos Prates


Apóstolos Olímpio e Iracema




O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|