Coluna/Emerson Lima

Maria do sim, Mãe do Natal!

Sim, sabemos que na Bíblia, os Evangelhos, nos apresentam duas narrativas do Natal de Jesus. Uma está apresentada em Lucas onde o anjo Gabriel conversa com Maria de Nazaré e a comunica sobre o nascimento miraculoso de Jesus através dela. O outro está em Mateus que avisa em sonho a José referente à gravidez miraculosa de Maria, pedindo que ele não se espante e não a abandone, o anjo dá para José, além da Boa Nova, uma missão. Mas podemos considerar estes dois um só Natal, o Natal do Senhor Jesus escrito por mãos humanas e inspirado pelo Espírito do Senhor nosso Deus.

O segundo natal é o que está apresentado nas vitrines das lojas, no comércio e nos outdoors na beira das estradas. É o mais desleal e cruel natal já visto. Tendo em vista que a grande maioria das pessoas, que patrocinam este falso natal, é cristã.

O Primeiro Natal é cheio de vida e de esperança, traz uma proposta nova para cada pessoa humana, não deixa ninguém de lado e nem usa peru para a Ceia e nem exige que se tenham roupas finas para celebrá-lo. Ele é vida, e tal como a vida é ele, vive da simplicidade e amorosidade. Sem peru! Também este Natal é discorde com os pinheirinhos e os penduricalhos colocados neles... Quantas casas enfeitadas por fora, cheias de luzes e cores – só novidades natalinas! Mas sem o Verdadeiro sentido! Ao perceber a fundo, a última coisa que vai ver é o Verdadeiro autor do Primeiro Natal.

O outro natal só tem preocupação com preço, cores, fitas verdes e vermelhas. Além das bolinhas de vidro e mais um montão de parafernálias que depois ficam depositadas em algum lugar da casa – para as traças e aranhas fazerem seus ninhos. Se não tiver Espírito, não é Natal.

Celebrar o Natal, esta é a nossa maior meta no final de ano. Viver na unidade sendo quem é verdadeiramente. Fechar o ano sem culpas e medos e sem mágoas no coração. Também sem as dívidas acumuladas durante o ano. Poder estar com a família e mostrar o quanto se amam sem ter exigências bobas e fúteis – passar o Natal na expectativa da vida que nasce.

O Natal de Jesus é uma novidade que acontece todos os anos. Ele nasce todas as vezes que dialogamos sem aprisionar os outros com nossas culpas, nossos julgamentos, nossas carências, nossas tristezas. Ele nasce todas as vezes que buscamos o verdadeiro sentido da nossa vida que pode ser encontrado no amor recíproco, na amizade desinteressada, no ato bondoso do perdão e na caridade. O Natal é novidade todos os anos.

O segundo natal (o do pinheirinho e dos penduricalhos) onde tudo se repete, onde só se mudam os lugares das coisas, não tem uma verdadeira novidade. Agora o Primeiro Natal é de surpreender pelo seu Sentido. Por isso, vivamos mais o Natal de Jesus que está contracenando em nossas casas, ruas e comércios com o natal da ilusão, do sofrimento, das dívidas e desesperanças. Uma pena que os que vivem o segundo natal, só conseguem sair do torpor das tentações três meses depois. E nem todos se acordam, alguns ainda dormem o sono profundo das ilusões das cores, dos enfeites, das promoções, dos pinheirinhos...

Feliz e Santo Natal de nosso Senhor Jesus Cristo, que na terra comemora seus 2016 anos de vida!


colunas

Luiz Carlos Prates


Apóstolos Olímpio e Iracema




O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|