Coluna/Emerson Lima

O céu faz parte desta partida

A partilha sempre esteve presente “ Ó glorioso verde que se expande/ Entre os estados, tu és sempre um esplendor/ Nas alegrias e nas horas mais difíceis/ Meu furacão, tu és sempre um vencedor.” Nesta semana o céu recebeu um grande time de jogadores e colaboradores do futebol catarinense. A partida que tinha por previsão começar na Colômbia para disputar a final da Copa Sul-Americana, não teve seu início lá, mas no céu, o ‘jogo da vida’ de cada atleta continua junto dos anjos e santos de Deus. Não dá para dizer que esta seja a melhor torcida em um momento tão triste e difícil para nós catarinenses. Durante toda a semana a notícia triste circulou pelo país inteiro e também fora das fronteiras brasileiras. Emocionou a todos, mesmo aqueles que não acompanham o futebol com certa frequência. Nas rádios da região a notícia não era outra veiculada com muito respeito e condolências. Até então, o registro na mídia contava com 76 passageiros mortos e outros seis sobreviventes (BBC Brasil) dando o total de 82 passageiros. Destes, nove eram tripulantes da aeronave que tinha apenas 17 anos de uso e fabricada no Reino Unido, com possibilidade para transportar 112 passageiros. Este é até agora o maior acidente aéreo envolvendo atletas no país e um dos raros no mundo. Os jogadores eram novos, cheios de sonhos e com possibilidade para realizar mais um contra o Atlético Nacional de Medellín. Não foi desta vez, infelizmente. Ficam enlutadas famílias com histórias emocionantes para contar. Junto com os jogadores também estavam a comissão técnica, os preparados físicos, alguns jornalistas e os profissionais da empresa aérea. Cabe ressaltar o que às vezes pode ficar invisível em meio as emoções saltitantes do momento, é a tripulação que todos os dias e em vários horários colocam suas vidas nos ares do céu para dar o maior conforto aos passageiros. A morte humana, como outras, não é muito desejada. Não estamos prontos para partir! Não queremos partir de formas cruéis como foi este caso. Temos medo da morte e diante dela nos desesperamos; não existe outra forma de expressar o quanto nos dói ver imagens e ouvir notícias com este conteúdo, nosso psiquismo não suporta, por isso nos desesperamos e o desespero nos leva a refletir a vida, sempre. Cabe-nos agora a humildade para suportar o que ainda não conseguimos compreender e respeitar o luto dos familiares, esposas, noivas, pais, filhos, maridos, outros familiares que receberam a notícia durante a madrugada de terça-feira. Igualmente, é a importância que tem de rezarmos juntos a estas famílias de onde estamos. Unir-nos a cada familiar em prece e oração. A partida começara aqui na terra e o espetáculo agora, acontece no céu. Que Deus os tenha no Seu melhor lugar e de alguma forma os faz lembrar-se do quanto eram importantes e necessários para o cenário futebolístico catarinense. Grandes jogadores, grandes profissionais, grande era a esperança. A nós cabem os sentimentos. “A força imensa de sua fiel torcida/ Que nos estádios tudo é lindo e nos fascina/ A nossa massa, meu verdão mexe contigo/ Tu és querido em toda Santa Catarina.”


colunas

Luiz Carlos Prates


Apóstolos Olímpio e Iracema




O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|