Siga nossas redes

Coluna JATV

'Leite materno é o padrão ouro da alimentação' por Milena Popadiuk

Confira o texto da colunista do JATV

Estamos entrando no "Agosto Dourado", mês dedicado à intensificação das ações de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno. Pois já não há mais dúvidas de que o leite materno é o padrão ouro da alimentação para os lactentes. Também é inquestionável que o aleitamento é fundamental, desde a sala de parto, exclusivo e em livre demanda até o 6º mês e estendido até 2 anos ou mais. São indiscutíveis os benefícios fisiológicos, psicológicos e sócio-econômico-culturais da prática do aleitamento materno para a díade mãe/bebê.

Amamentar é natural, mas não é algo fácil. Exige dedicação e parcerias. Saiba, porém, que não existe alimento melhor para o bebê.

Para ter tal repercussão na saúde de um indivíduo, a amamentação tem que ter impacto em todos os sistemas do organismo, tanto que o tema tem sido explorado nas diversas especialidades médicas. Hoje sabemos que muitas doenças crônicas, alergias ou alterações orgânicas podem ser evitadas ou terem os riscos reduzidos graças ao aleitamento materno.

Mas, os benefícios não param por aí, pois a amamentação tem aspectos psicológicos importantes, uma vez que fortalece o vínculo mãe e bebê. O leite humano é o único alimento capaz de oferecer todos os nutrientes na quantidade exata de que a criança precisa. Ele garante o melhor crescimento e desenvolvimento, não existindo nenhum outro alimento capaz de substituí-lo.

Em nosso país, somente cerca de 9% das crianças beneficiam-se do aleitamento materno exclusivo. E a média, geralmente, é de apenas 54 dias de amamentação por criança. Estes números, são as evidências das quais precisamos para entender a urgência da necessidade de participação e colaboração de todos em prol do aleitamento materno.

A mãe que amamenta precisa de uma maior quantidade de alimentos e líquidos. Assim supre suas necessidades e produz leite em quantidade e qualidade adequadas ao bebê. Ela precisa comer frutas, verduras, carnes, miúdos, legumes, feijão e arroz, que possuem os nutrientes e vitaminas de que precisa. Deve beber bastante líquido: chás, água, sucos ou leite. Isso ajuda a produzir leite. E não deve consumir álcool, fumo e outras drogas, nem tomar medicamentos sem receita médica.


Acredito que vocês já devem ter ouvido alguma dessas frases:

-Nossa, acho que o seu leite é fraco.

-Só o leite materno não sustenta.

-Você está produzindo pouco leite.

-Cerveja preta ajuda na produção do leite.

As frases acima, remetem-se a mitos e histórias muitas antigas e não verdadeiras. Pois, não existe leite fraco, o leite materno tem todas as vitaminas e minerais que um bebê precisa, a mãe produz a quantidade que o bebê precisa e quanto mais ele mamar, mais leite a mãe irá produzir. E gente, cerveja preta não ajuda na produção de leite, mas sim uma alimentação balanceada e bastante água.

Devemos lembrar e aceitar a situação que o seu corpo e que a sua vida te colocam. Não conseguir amamentar pode ser bastante frustrante, mas nada mudará a sua relação com o seu filho. Confie em todos os outros laços que você tem a desenvolver com ele e fortaleça a relação entre vocês dois.


Você ainda tem dúvidas, gostaria de saber mais? Me procure.

WhatsApp 47 99937-5218

E-mail: milenapopadiuk98@gmail.com



O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|