Siga nossas redes

Editorial JATV

Editorial JATV - O valor dado ao que perdemos

Para os sortudos que ainda contam com pai e mãe, ao perder um deles, começa a valorizar mais quem ficou

O aprendizado vem pelo amor ou pela dor. Dizem que é melhor aprender com o erro dos outros, pois por motivos óbvios, você não precisou "quebrar a cara" para aprender. Mas em determinadas ocasiões, aprendemos apenas com os nossos próprios erros. Quem nunca quebrou uma louça ao lavar ou secar? Você já deve ter batido a porta da geladeira em alguma mesa ou cadeira. Já aprendeu a ter mais cuidado ao andar em casas que pequenos animais domésticos vivem? Pois é. Esses pequenos erros podem ser aprendidos aos poucos.

O que dizer sobre as pessoas que precisam da dor para aprender. O melhor abraço do mundo de algum familiar, em algum momento, é o último que você dará. Faz tempo que você não abraça seus pais? E seus irmãos? Qual foi o último carinho ou mimo que você deu ou fez para sua esposa/marido? Aprender pela dor é duro, porém, eficaz. Para os sortudos que ainda contam com pai e mãe, ao perder um deles, começa a valorizar mais quem ficou.

Quantos divórcios poderiam ser evitados? Quantas brigas e discussões familiares foram sem motivo algum? Quem nunca passou anos e anos sem falar com uma pessoa que gosta e nem lembra mais o motivo? Nossa passagem pela Terra é tão curta! Por qual motivo não usar mais a gentileza, o "eu te amo", o "obrigado" e principalmente "desculpa".

Será que Deus, com toda a sua genialidade, pensou em colocar na terra uma pessoa rabugenta? Tenho certeza de que você pensou em algum conhecido ao ler essa frase. Sabia que algumas pessoas pensaram em você? Pare de ser assim! Mesmo em tempo de uso constante de máscaras, o sorriso faz o dia valer a pena. Tanto o seu, quanto ao que recebe esse símbolo de alegria. O jeito é sorrir mais, abraçar mais, beijar mais, viver mais! Aí sim, vale a pena. Essa testa franzida só te trará marcas de "rabugência" em sua velhice.

Em tempos de Coronavírus, nunca se sabe quando será nosso "último alguma coisa" com alguém. Portanto, devemos aproveitar cada segundo. Se você pode estar ao lado de quem ama, deixe que essas pessoas saibam disso. Se você tem o contato de WhatsApp de quem você não fala há tantos anos, chame-o. Temos a tradição de homenagear apenas quem nos deixa. As flores em vida valem muito mais do que as coroas.

Por falar em Flores em Vida, para finalizar, fica a música Flores em Vida de Zezé di Camargo e Luciano, que diz mais ou menos assim: Quero o seu amor agora, não a saudade depois. Seu carinho pela vida afora antes que o fim pare entre nós dois. Quero sua companhia, caminhar na mesma direção. É certo que um certo dia a vida nos separe em alguma estação. Quero flores em vida, o seu sorriso a me iluminar. As lágrimas de despedida não estarei por perto para enxugar. Eu quero viver a vida, quero flores em vida colhidas no jardim do amor.

 


O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|