22 Outubro 2019 11:02:00

Contribua na campanha 'Todos pela Angélica'

$artigoImagemTitulo


Uma história comovente está movimentando o Alto Vale. E para ajudar, foi criada a campanha "Todos pela Angélica". Angélica é moradora do município de Rio do Campo, tem dezesseis anos de idade e aos cinco teve 80% de seu corpo queimado por fogo em um acidente. As queimaduras a deixaram com muitas limitações físicas (mãos e pescoço), e muitas cicatrizes por todo o corpo, que lhe trazem dores físicas e emocionais.

Ela realizou o seu tratamento, incluindo cirurgias no hospital Joana de Gusmão, porém não pode mais dar continuidade neste hospital pois já atingiu o limite de idade. A família é grande e humilde. A renda familiar é de apenas um salário mínimo para manter seus seis irmãos, seu pai e sua mãe. As dificuldades financeiras limitam ainda mais o tratamento.

Hoje, ela está tendo a oportunidade de dar continuidade ao seu tratamento em um hospital no Texas (EUA). Sua família é carente, e não têm condições de mantê-la fora do país, por isso precisa de ajuda financeira para custear sua estadia e de seu acompanhante, pois o tratamento (cirurgias), bem como as passagens serão custeadas pela ONG a qual o Hospital de lá faz parte.

"Muito já avancei nesse meu sonho, através de ajuda já consegui providenciar meu passaporte e meu visto para entrada no país, porém as ajudas recebidas aqui serão importantes para que esse meu grande sonho se torne realidade" disse ela.

CLIQUE AQUI PARA DOAR E PARTICIPAR DA CAMPANHA "TODOS PELA ANGÉLICA"



22 Outubro 2019 11:02:00

Contribua na campanha 'Todos pela Angélica'


Uma história comovente está movimentando o Alto Vale. E para ajudar, foi criada a campanha "Todos pela Angélica". Angélica é moradora do município de Rio do Campo, tem dezesseis anos de idade e aos cinco teve 80% de seu corpo queimado por fogo em um acidente. As queimaduras a deixaram com muitas limitações físicas (mãos e pescoço), e muitas cicatrizes por todo o corpo, que lhe trazem dores físicas e emocionais.

Ela realizou o seu tratamento, incluindo cirurgias no hospital Joana de Gusmão, porém não pode mais dar continuidade neste hospital pois já atingiu o limite de idade. A família é grande e humilde. A renda familiar é de apenas um salário mínimo para manter seus seis irmãos, seu pai e sua mãe. As dificuldades financeiras limitam ainda mais o tratamento.

Hoje, ela está tendo a oportunidade de dar continuidade ao seu tratamento em um hospital no Texas (EUA). Sua família é carente, e não têm condições de mantê-la fora do país, por isso precisa de ajuda financeira para custear sua estadia e de seu acompanhante, pois o tratamento (cirurgias), bem como as passagens serão custeadas pela ONG a qual o Hospital de lá faz parte.

"Muito já avancei nesse meu sonho, através de ajuda já consegui providenciar meu passaporte e meu visto para entrada no país, porém as ajudas recebidas aqui serão importantes para que esse meu grande sonho se torne realidade" disse ela.

CLIQUE AQUI PARA DOAR E PARTICIPAR DA CAMPANHA "TODOS PELA ANGÉLICA"



22 Outubro 2019 10:05:00

Do plantio à comercialização, capacitação para atuar em todas as etapas do agronegócio

$artigoImagemTitulo


Crea SC - Foto / Divulgação

O agronegócio é hoje um dos setores mais fortes da economia catarinense, principalmente na área de importação e exportação, e por trás de todo esse crescimento está o trabalho dos Engenheiros Agrônomos, através de conhecimentos científicos e tecnológicos relativos a essa área, só a agropecuária representa 6% do PIB do estado.

O profissional envolve-se em praticamente todas as etapas do agronegócio - do plantio ou da criação de rebanhos à comercialização da produção. O Engenheiro Agrônomo é o responsável pela elaboração de documentos e pareceres científicos e técnicos de sua área profissional, podendo exercer prestação de serviços em consultoria na área agrícola e criação de animais. Sua competência envolve também a fiscalização e orientação aos produtores rurais em lavouras e rebanhos. Diante de cada vez mais exigências de qualidade e controle dos produtos de origem animal e vegetal no mercado internacional e nacional, o profissional é indispensável para a conquista do sucesso nas empreitadas.

Em 12 de outubro comemora-se o Dia do Engenheiro Agrônomo, profissão regulamentada no ano de 1933. Em Santa Catarina são cerca de 11.200 profissionais da área da agronomia, representando 16% dos profissionais registrados no CREA-SC.

Áreas de Atuação:

- Defesa sanitária: combater pragas e prevenir doenças em lavouras;

- Economia e administração agroindustrial: planejar e gerenciar as operações de distribuição e venda de produtos agrícolas; coordenar programas de crédito rural para cooperativas e produtores;

- Engenharia rural: projetar e supervisionar obras em propriedades rurais, como construções, nivelamento do solo, montagem de sistemas de irrigação e de drenagem.

- Fitotecnia: acompanhar o cultivo e a colheita de safras, buscando aumentar a produtividade por meio da seleção de sementes, do emprego de fertilizantes e adubos e do combate a doenças e pragas;

- Indústria e comercialização de alimentos: supervisionar e gerenciar a qualidade e a estratégia de preços de alimentos de origem animal e vegetal;

- Manejo ambiental: explorar racionalmente os recursos naturais, preservando o meio ambiente;

- Melhoramento animal e vegetal: realizar pesquisas e desenvolver técnicas visando à melhoria da produção;

- Produção agroindustrial: gerenciar o processo de industrialização de produtos agrícolas, controlando a qualidade final da produção. Pesquisar novas tecnologias e produtos;

- Meio Ambiente: recuperar áreas devastadas e cuidar do plantio e do manejo de áreas de reflorestamento, além de preparar relatórios de impacto ambiental;

- Solos: preservar a fertilidade e controlar as propriedades físicas dos solos, prescrevendo seu manejo;

- Zootecnia: controlar a produção animal cuidando da alimentação, da saúde e da qualidade dos rebanhos.

O futuro se constrói agora - Em homenagem aos profissionais da engenharia e geociências, o CREA-SC lançou no dia 20.09 a campanha: O futuro se constrói agora. O objetivo é enfatizar a importância da atuação dos profissionais da área tecnológica para a retomada do crescimento e posicioná-los como agentes do desenvolvimento econômico, qualidade de vida e segurança da sociedade, tanto no meio urbano quanto rural.

"Ressaltar a importância, representatividade e força dos nossos profissionais e profissões são compromissos importantes da nossa gestão, refletidos nesta campanha", assinala o presidente do CREA-SC, Eng. Agr. Ari Geraldo Neumann.

"Muito se espera do nosso futuro. Que ele seja próspero e traga um novo período de oportunidades. Mas o que determina o futuro são as nossas ações de hoje. Para o CREA-SC, o tão sonhado projeto de um novo país já começou. A sociedade pode contar com a autoridade técnica dos profissionais da engenharia, agronomia e geociências para viver uma nova era de desenvolvimento. Porque se a economia é uma roda, não há ninguém mais capacitado para fazer a engrenagem girar".

ND


22 Outubro 2019 09:57:00

Gás de cozinha residencial terá aumento de preço em 5% nas distribuidoras e o industrial e comercial 3%, a partir da meia-noite

$artigoImagemTitulo


Gás de botijão residencial aumenta a partir desta terça-feira - Foto: Marcello Casal/Agência Brasil

O gás de cozinha residencial aumentará 5% nas distribuidoras e o industrial e comercial 3%, a partir da meia-noite desta terça-feira (22). O anúncio foi feito pelo Sindigás (Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Gás Liquefeito de Petróleo) em nota à imprensa e confirmado pela Petrobras.

O preço para o consumidor final poderá ser diferente, pois as distribuidoras acrescem ao percentual de aumento os custos com mão de obra, logística, impostos e margem de lucro.

Os aumentos são médias, pois o valor terá variação, para maior ou menor, dependendo da área de distribuição nacional, segundo o Sindigás. O último aumento de GLP praticado pela Petrobras foi no dia 5 de agosto.

Confira a nota do Sindigás:

"O Sindigás informa que suas empresas associadas foram comunicadas pela Petrobras, na tarde de hoje [21], sobre o aumento no preço do GLP residencial (embalagens de até 13kg) e empresarial (destinado a embalagens acima de 13 kg). O aumento passa a valer a partir de amanhã, dia 22 de outubro, nas unidades da petroleira. De acordo com as informações recebidas da Petrobras, o aumento do GLP residencial oscilará entre 4,8% e 5,3%, e o aumento do GLP empresarial entre 2,9% e 3,2%, dependendo do polo de suprimento", informou o Sindigás.

AGÊNCIA BRASIL, RIO DE JANEIRO


22 Outubro 2019 09:46:00

$artigoImagemTitulo


A Polícias Civil, por meio da DIC - Divisão de Investigação Criminal de Rio do Sul, com apoio da Polícia Rodoviária Federal, abordou na noite desta segunda-feira (21), na cidade de Ibirama, um veículo transportando drogas, a quais seriam comercializadas na região do Alto Vale. No interior do automóvel foi encontrado cerca de 1 kg de maconha e na residência do investigado foi encontrada uma balança de precisão, anotações do comércio de droga, um pequena porção de cocaína, além da quantia de R$2.830,00. Após a lavratura do flagrante, o preso foi encaminhado ao Presídio Regional de Rio do Sul, onde permanecerá a disposição da justiça.

Colabore com a Polícia Civil denuncie através do 181 ou (48) 98844-0011, sigilo absoluto das informações.

Polícia Civil - Rio do Sul 


22 Outubro 2019 08:55:00

Perícia deve ficar pronta em 20 dias; laudo deve indicar o local da queda da criança, que morreu no domingo na cidade do Litoral Norte de Santa Catarina

$artigoImagemTitulo


Brenda Letícia da Silva era natural de Jaraguá do Sul(Foto: Reprodução/NSCTV)

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar as circunstâncias da queda de uma criança de 7 anos, morta na tarde de domingo (20). Ela caiu de 18º andar de um prédio em construção em Balneário Piçarras, no Litoral Norte de Santa Catarina.

A investigação trata o caso como um acidente e suspeita que a menina, identificada como Brenda Letícia da Silva, tenha caído dentro do poço do elevador. A perícia foi realizada nesta segunda-feira (21), mas o laudo pode demorar cerca de 20 dias para ser concluído pelo Instituto Geral de Perícias (IGP). 

Segundo o delegado regional de Itajaí, Márcio Colatto, as testemunhas já estão sendo ouvidas, para esclarecer todas as dúvidas que possam surgir durante as diligências.

- A gente acredita que tenha ocorrido um acidente, mas não sabemos ainda se a menina escorregou, se ela se distraiu ou se foi um empurrão. Vamos esclarecer tudo isso durante a investigação - afirmou.

Ainda conforme Colatto, todas as pessoas que estavam no local devem ser ouvidas, assim como os técnicos da construtora responsável pela obra. 

O que diz a construtora

De acordo com a advogada da Cill Construtora, responsável pelo obra, Carolina Pinto Figueiredo, o pai da criança é funcionário de uma empresa terceirizada, que trabalhava na colocação do piso no prédio.

Ele teria levado a família para visitar o edifício, de acordo com a polícia. Além do pai, estavam no local a mãe da criança, uma cunhada e outra criança, com quem a menina estaria brincando no momento do acidente. A criança era natural de Jaraguá do Sul.

Por Clarissa Battistella



22 Outubro 2019 08:40:00

O único ocupante do caça naval que caiu no Rio de Janeiro era o piloto, que não se feriu; aeronave 'excedeu a pista de pouso', segundo a Marinha


Aeronave caiu em São Pedro da Aldeia - Foto: Poder Naval / Divulgação

Um caça naval AF-1 da Marinha brasileira sofreu um acidente na manhã desta segunda-feira (21), em São Pedro da Aldeia (Região dos Lagos fluminense). O único ocupante era o piloto, que não se feriu.

Segundo nota da Marinha, a aeronave do 1º Esquadrão de Interceptação e Ataque, "durante procedimento de decolagem na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, por volta das 7h, teve uma avaria e excedeu a pista de pouso".

Imagens que circulam pelas redes sociais mostram o avião fora da pista e com a parte frontal (o "nariz") no chão, com possível avaria no trem de pouso dianteiro.

A Marinha informou que "iniciou investigação da ocorrência aeronáutica, que em 180 dias deverá apresentar os resultados", ou seja, deverá indicar a causa do acidente.

Os caças AF-1 em serviço no Brasil foram comprados em 1997 da Força Aérea do Kuwait para operarem embarcados no porta-aviões São Paulo, já desativado. A unidade acidentada sofreu uma modernização e operava nessa nova versão desde setembro de 2018.

ESTADÃO CONTEÚDO, RIO DE JANEIRO


22 Outubro 2019 08:40:00

O único ocupante do caça naval que caiu no Rio de Janeiro era o piloto, que não se feriu; aeronave 'excedeu a pista de pouso', segundo a Marinha

$artigoImagemTitulo


Aeronave caiu em São Pedro da Aldeia - Foto: Poder Naval / Divulgação

Um caça naval AF-1 da Marinha brasileira sofreu um acidente na manhã desta segunda-feira (21), em São Pedro da Aldeia (Região dos Lagos fluminense). O único ocupante era o piloto, que não se feriu.

Segundo nota da Marinha, a aeronave do 1º Esquadrão de Interceptação e Ataque, "durante procedimento de decolagem na Base Aérea Naval de São Pedro da Aldeia, por volta das 7h, teve uma avaria e excedeu a pista de pouso".

Imagens que circulam pelas redes sociais mostram o avião fora da pista e com a parte frontal (o "nariz") no chão, com possível avaria no trem de pouso dianteiro.

A Marinha informou que "iniciou investigação da ocorrência aeronáutica, que em 180 dias deverá apresentar os resultados", ou seja, deverá indicar a causa do acidente.

Os caças AF-1 em serviço no Brasil foram comprados em 1997 da Força Aérea do Kuwait para operarem embarcados no porta-aviões São Paulo, já desativado. A unidade acidentada sofreu uma modernização e operava nessa nova versão desde setembro de 2018.

ESTADÃO CONTEÚDO, RIO DE JANEIRO


Lages
22 Outubro 2019 08:35:00

O crime aconteceu após o homem se envolver em um briga e ser atingido pela chave de fenda; suspeito está foragido

$artigoImagemTitulo


Um homem foi morto com golpes de chave de fenda durante uma briga por volta das 14h25 da última segunda-feira (21), no bairro Morro do Posto, em Lages, no Oeste de Santa Catarina.

Conforme a Polícia Militar, a vítima, de 26 anos, entrou em confronto com outro homem de 40 anos, que acabou perfurando o tórax com a chave de fenda. Após a agressão, o suspeito fugiu do local.

O homem que acabou morrendo tinha passagens criminais por ameaça, comunicação falsa de crime, violência doméstica e conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada.

Já o homem que fugiu do local após o homicídio, também tinha passagens pela polícia por furto. As identidades não foram divulgadas.

ND


Previsão do Tempo
22 Outubro 2019 08:24:00

Primavera no Estado se mostra com tempo instável em todas as regiões e as temperaturas ainda não devem subir; veja mais

$artigoImagemTitulo


Tempo instável permanece nesta terça-feira em Santa Catarina. - Foto: Marcus Bruno/Arquivo/ND

Depois de uma segunda-feira chuvosa na maior parte do estado, a terça-feira deve intercalar o mau tempo com aberturas de sol em Santa Catarina. Então a resposta para o título dessa matéria é: chove, mas também faz sol. As temperaturas seguem amenas, com máxima de 25ºC na região Oeste.

O sistema de baixa pressão influencia o litoral, região Norte e Vale do Itajaí. Por isso, o céu ficará nublado com aberturas esporádicas do nosso astro-rei. Mas não esqueça do guarda-chuva, pois existe a possibilidade de chuvisco ao longo do dia. Apenas sa região Norte a possibilidade de chuva é menor.

Já no Oeste, Meio-Oeste, Serra e Sul o tempo fica mais firme e o sol chega com força sem de chuva. Isso acontece porque, ao contrário das demais regiões o sistema de alta pressão influenciará nas condições do tempo.

No litoral o vento é sul vai soprar com rajadas de até 40 km/h e a ondulação será de 2 metros.

Confira as mínimas e máximas no Estado

  • Florianópolis/Palhoça/São José: mínima 17°C, máxima 23°C;
  • Criciúma/Tubarão: mínima 15°C, máxima 20°C;
  • Imbituba: mínima 17°C, máxima 23°C;
  • Lages: mínima 10°C, máxima 20°C;
  • Urupema: mínima 8°C, máxima 17°C;
  • Maravilha: mínima 14°C, máxima 25°C;
  • Chapecó: mínima 11°C, máxima 24°C;
  • Joaçaba: mínima 13°C, máxima 23°C;
  • Caçador: mínima 10°C, máxima 21°C;
  • Itaiópolis/Mafra/Canoinhas: mínima 13°C, máxima 24°C;
  • Joinville: mínima 17°C, máxima 24°C;
  • Balneário Camboriú: mínima 16°C, máxima 24°C;
  • São Francisco do Sul: mínima 16°C, máxima 23°C;
  • Blumenau/Itajaí: mínima 15°C, máxima 24°C;
  • Rio do Sul: mínima 14°C, máxima 24°C.

CÁTIA BRAGA, FLORIANÓPOLIS


21 Outubro 2019 10:40:00

$artigoImagemTitulo


"Na hora, eu pensei: queria ter ido junto. Em seguida, lembrei de você, filha. Você não suportaria sozinha. Deus me deixou pra cuidar de ti, a mãe ia querer assim".

Estas foram as palavras de Volni Figueiredo para a filha Fernanda, no encontro dos dois nessa quinta-feira (17). Volni, de 59 anos, é o único sobrevivente da tragédia que tirou a vida da família em acidente na BR-282 em Águas Mornas, na Grande Florianópolis, na quarta-feira (16).

Naquela tarde de quarta-feira, Volni voltava de carro para Ituporanga com a esposa, Angelita Aparecida do Nascimento, de 53 anos; a outra filha, Fabiana Figueiredo Felaço, 31 anos; e as netas - filhas de Fabiana - Eduarda Vitória Felaço, 7 anos, e Eloá Vitória, de 5 anos.

A família retornava para casa após uma rápida viagem a Florianópolis, onde Eduarda, que era cardiopata, realizou um exame. No entanto, além de Volni, as outras quatro ocupantes do Toyota Corolla não chegaram ao destino.

No km 49 da BR-282, que corta o município de Águas Mornas, o veículo "rodou" na pista molhada. A parte traseira do Corolla acabou colidindo contra um Toyota Hilux SW4 que transitava no sentido contrário.

Com o impacto da colisão, morreram no local Angelita, Fabiana, Eduarda e Eloá. Volni fraturou três costelas e sofreu uma contusão pulmonar. Foi encaminhado ao hospital, onde permanece internado. Ele completa 60 anos na próxima quinta-feira, dia 24 de outubro.

Volni irá passar seu aniversário com a filha Fernanda, de 27 anos, para quem fez o desabafo sobre ser o motivo para continuar vivo. Ela estava em Ituporanga quando perdeu a mãe, a irmã e as sobrinhas. Fernanda e Fabiana são as duas únicas filhas dele e de Angelita.

Família Unida

"Meu pai deu o terreno pra cada filha, sempre quis que a gente morasse perto", conta Fernanda. Ela e a irmã, inclusive, trabalhavam juntas há 13 anos, em uma confecção de roupas.

Marido de Fabiana e pai das meninas, Luis Carlos Felaço estava na Bahia quando ocorreu o acidente. A empresa em que ele trabalha pagou a passagem de avião para que pudesse enterrar a companheira e as duas filhas.

Eduarda e Eloá nasceram após muita persistência. A irmã Fabiana, conta Fernanda, sempre teve dificuldade em manter as gestações.

Após três abortos espontâneos, nasceu Eduarda, em 2012. Quando ela tinha apenas um mês de vida, descobriram que a Duda, como era chamada pela família, era cardiopata. Ela foi diagnosticada com tetraologia de Fallot.

Por causa do problema, a menina sempre precisou passar por exames periódicos. Aos seis meses, e também com 1 ano, fez cirurgias. O aniversário do primeiro ano de vida foi comemorado no leito do hospital.

Foi nessa época que Fabiana soube que a segunda filha estava a caminho. Eloá nasceu em 2014.

Avós deixaram trabalho pela família

O avô Volnir era o responsável por buscar as meninas na escola, enquanto Fabiana trabalhava. "A Eloá adorava que o vô buscasse, porque ele parava pra comprar balas", lembra Fernanda.

Eduarda, que estava na primeira série, chegou a ganhar o título de aluna destaque da turma em setembro. Segundo Fernanda, a menina lia muito bem e adorava fazer as listas de compras para a mãe.

As meninas e a mãe costumavam passar as manhãs com Angelita. A avó costumava trabalhar como zeladora, mas deixou a ocupação. O marido Volnir, também.

O pai e avô, que trabalhava como montador em uma marmoraria, queria passar mais tempo a família. "Fazia um mês que ele tinha saído do trabalho. Os dois (Angelita e Volnir) estavam tão felizes que iam ter tempo um para o outro", conta Fernanda. O casal estava junto há 33 anos.

Viagem sem volta

No dia do acidente, Eduarda tinha exame marcado no Hospital SOS Cardio, no bairro Itacorubi, em Florianópolis. O avô Volnir tse prontificou em levar a mãe e a criança. A avó decidiu prestar apoio ir também. Já a irmãzinha Eloá, quis viajar por curiosidade.

"Eles me mandaram um áudio às 15h, dizendo que estavam saindo de Florianópolis, que estavam bem e que a Duda estava ótima", lembra Fernanda. Uma hora e meia mais tarde, aconteceu a tragédia.

Fernanda soube do acidente três horas depois. Ela estava na faculdade e recebeu a notícia por meio de fotos em redes sociais.

"Se as pessoas soubessem como isso é triste, não fariam essas publicações. Todo mundo quer ser repórter por um minuto sem se preocupar se a família já sabe", desabafou.

Na manhã desta sexta-feira (18), Fernanda permanecia ao lado do pai, que está internado no pronto socorro de Ituporanga. Enquanto isso, a comunidade aguarda a duplicação da BR-282, antiga reivindicação de quem a utiliza e que não tem prazo para começar.

Apenas nos 18 dias de outubro, sete vidas já foram perdidas na rodovia.

Por: Felipe bottamedi/ND Online


21 Outubro 2019 10:21:00

Fiscalização ocorreu em sete municípios do Litoral Norte, Vale do Itajaí e Grande Florianópolis, entre a noite de sábado (19) e a madrugada de domingo (20)

$artigoImagemTitulo


(Foto: Polícia Rodoviária Federal)

Uma fiscalização da Operação Festas de Outubro flagrou 197 motoristas por embriaguez na BR-101 e na BR-470 entre a noite de sábado (19) e a madrugada de domingo (20). 

A ação foi realizada em sete municípios do Litoral Norte, Vale do Itajaí e da Grande Florianópolis, na região em torno de Blumenau, onde ocorre a Oktoberfest. A fiscalização durou 10 horas e ocorreu em seis pontos ao longo das rodovias federais. 

O maior número de motoristas dirigindo sob efeito de álcool foi registrado na BR-101 em Barra Velha, onde foram autuados 73 condutores. Na região de Balneário Camboriú e Itajaí, houve 36 flagrantes e, em Biguaçu, na Grande Florianópolis, foram 16 autuações.

Na BR-470, no Vale do Itajaí, o maior número de flagrantes foi na região de Gaspar, onde 42 condutores foram multados. Houve ainda 24 flagrantes em Indaial e seis em Rio do Sul.


Maior número de autuações foi registrado na BR-101, em Barra Velha, onde 73 motoristas foram flagrados(Foto: Polícia Rodoviária Federal)

DC


Trombudo Central
21 Outubro 2019 10:12:00

Município terá acesso imediato a recursos que garantem a concretização de revitalização de ruas urbanas da cidade

$artigoImagemTitulo

A prefeitura de Trombudo Central estuda aderir ao Financiamento à Infraestrutura e Saneamento (FINISA), uma linha de crédito da Caixa Econômica Federal diretamente aos municípios e que vem sendo aderida por vários municípios da região.

Desta forma, o município terá acesso imediato a recursos que garantem a concretização de revitalização de ruas urbanas da cidade.

O tema será discutido em audiência pública nesta terça-feira, dia 22, no auditório da prefeitura às 19h. A comunidade é convidada a participar e também é uma forma do executivo apresentar aos moradores o projeto e claro dar mais transparência trazendo esclarecimentos sobre o empréstimo e as condições.

De acordo com a prefeita Geovana Gessner, foi visto a necessidade de investimento no município e o principal objetivo de melhorar a qualidade de vida dos trombudenses dentro do que o município pode pagar. "A nossa intenção é com a transparência poder apresentar para os moradores o que está sendo feito, e nosso objetivo é dar qualidade de vida aos nossos munícipes e por isso convidamos a comunidade a participar da audiência pública", destaca a prefeita.

Assessoria de Imprensa


Ituporanga
21 Outubro 2019 10:04:00

Acusado desmentiu a versão da mulher

$artigoImagemTitulo


Na madrugada deste domingo (20), a guarnição da PM foi acionada para atendimento de ocorrência de estupro em Ituporanga.

No local foi conversado com a vítima, que informou que seu ex-companheiro teria ido até sua casa e tentado forçar a mesma a manter relação sexual. Eles entraram em luta corporal e a vítima conseguiu se desvencilhar e pedir ajuda pelo 190.

Diante dos fatos, foi abordado o acusado no interior da casa. Ele estava dormindo no quarto de sua ex-companheira. Quando questionado sobre os fatos, ele relatou que está namorando com sua ex-companheira, e que nesta data, ela teria ligado e enviado mensagens pelo WhatsApp convidando-o para que fosse até sua casa.

Os envolvidos foram conduzidos até a Delegacia.

Rádio Educadora


21 Outubro 2019 09:52:00

Para que seja aprovado e siga para promulgação, o projeto precisa alcançar o mínimo de 49 votos favoráveis

$artigoImagemTitulo


Senadores devem finalizar nesta terça (22) a votação sobre mudanças na aposentadoria(Foto: Marcos Oliveira / Agência Senado)

Oito meses depois de chegar ao Congresso, o texto principal da reforma da Previdência (PEC 6/2019) deve ter sua votação final na próxima terça-feira (22), dia em que o plenário do Senado deverá analisar a matéria em segundo turno. Para que seja aprovado e siga para promulgação, o projeto precisa alcançar o mínimo de 49 votos favoráveis.

Entre outros pontos, o texto aumenta o tempo para trabalhadores terem direito à aposentaria, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS (hoje em R$ 5.839) e estabelece regras de transição para os atuais assalariados. Com essa proposta, a economia está estimada em R$ 800 bilhões em 10 anos.

Antes de ser votada em plenário, no mesmo dia, às 11h, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) vai votar o parecer do relator do texto, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), sobre nove emendas de redação apresentadas após a votação da reforma em primeiro turno.

Paralela

A conclusão da votação do texto principal da reforma da Previdência avança em parte, mas não encerra a discussão sobre o tema no Congresso. Vários pontos polêmicos considerados importantes, mas que não têm consenso no Senado e na Câmara, integram uma proposta de emenda paralela à Constituição (PEC 133/19). Para que o assunto continue em discussão, Tasso apresentará o relatório sobre essa proposta na próxima quarta-feira (23), na Comissão de Constituição (CCJ) do Senado.

O principal ponto do texto busca incluir estados e municípios na reforma da Previdência. A proposta também prevê aumento de receitas para compensar parte das perdas referentes às concessões feitas pelos parlamentares no texto principal. Entre elas, está o fim da isenção de contribuições previdenciárias de entidades filantrópicas, do setor exportador, sobretudo do agronegócio e de empresas incluídas no Simples. Em 10 anos, essas medidas podem render aos cofres públicos R$ 155 bilhões.

Também estão na PEC Paralela ajustes em algumas regras previdenciárias, além da criação de um benefício para crianças em situação de pobreza. O relator, contudo, vem sendo pressionado por representantes de entidades filantrópicas para que não aceite a cobrança da contribuição previdenciária, ainda que seja gradual. Tasso estuda ampliar o prazo para a cobrança, definido inicialmente em 10 anos.

A pedido da bancada feminina, devem entrar ainda nessa discussão regras de transição atenuadas para mulheres cumprirem a exigência de idade para a aposentadoria, com mudanças para garantir mais recursos para as viúvas, pois as mulheres são mais de 80% dos beneficiários das pensões por morte.

PEC autônoma

Além da PEC Paralela, outro tema foi acertado com a equipe econômica para ser tratado em proposta autônoma. É o "pedágio" cobrado dos trabalhadores prestes a se aposentar, que terão de trabalhar o dobro do tempo que falta para a aposentadoria. O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) desistiu do destaque para evitar o retorno da proposta à Câmara. Para ter mais chances de aprovação na Câmara e no Senado, ele exigiu que o tema fosse tratado sozinho em outra proposta de emenda constitucional. "O pedágio é de 17% para os militares, 30% para os parlamentares e 100% para os demais. Queremos discutir uma regra de transição que suavize o drama para quem já trabalhou muito e vai trabalhar ainda mais para chegar à aposentadoria", afirmou Dias.

Por Folhapress


21 Outubro 2019 09:52:00

Para que seja aprovado e siga para promulgação, o projeto precisa alcançar o mínimo de 49 votos favoráveis


Senadores devem finalizar nesta terça (22) a votação sobre mudanças na aposentadoria(Foto: Marcos Oliveira / Agência Senado)

Oito meses depois de chegar ao Congresso, o texto principal da reforma da Previdência (PEC 6/2019) deve ter sua votação final na próxima terça-feira (22), dia em que o plenário do Senado deverá analisar a matéria em segundo turno. Para que seja aprovado e siga para promulgação, o projeto precisa alcançar o mínimo de 49 votos favoráveis.

Entre outros pontos, o texto aumenta o tempo para trabalhadores terem direito à aposentaria, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS (hoje em R$ 5.839) e estabelece regras de transição para os atuais assalariados. Com essa proposta, a economia está estimada em R$ 800 bilhões em 10 anos.

Antes de ser votada em plenário, no mesmo dia, às 11h, a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) vai votar o parecer do relator do texto, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE), sobre nove emendas de redação apresentadas após a votação da reforma em primeiro turno.

Paralela

A conclusão da votação do texto principal da reforma da Previdência avança em parte, mas não encerra a discussão sobre o tema no Congresso. Vários pontos polêmicos considerados importantes, mas que não têm consenso no Senado e na Câmara, integram uma proposta de emenda paralela à Constituição (PEC 133/19). Para que o assunto continue em discussão, Tasso apresentará o relatório sobre essa proposta na próxima quarta-feira (23), na Comissão de Constituição (CCJ) do Senado.

O principal ponto do texto busca incluir estados e municípios na reforma da Previdência. A proposta também prevê aumento de receitas para compensar parte das perdas referentes às concessões feitas pelos parlamentares no texto principal. Entre elas, está o fim da isenção de contribuições previdenciárias de entidades filantrópicas, do setor exportador, sobretudo do agronegócio e de empresas incluídas no Simples. Em 10 anos, essas medidas podem render aos cofres públicos R$ 155 bilhões.

Também estão na PEC Paralela ajustes em algumas regras previdenciárias, além da criação de um benefício para crianças em situação de pobreza. O relator, contudo, vem sendo pressionado por representantes de entidades filantrópicas para que não aceite a cobrança da contribuição previdenciária, ainda que seja gradual. Tasso estuda ampliar o prazo para a cobrança, definido inicialmente em 10 anos.

A pedido da bancada feminina, devem entrar ainda nessa discussão regras de transição atenuadas para mulheres cumprirem a exigência de idade para a aposentadoria, com mudanças para garantir mais recursos para as viúvas, pois as mulheres são mais de 80% dos beneficiários das pensões por morte.

PEC autônoma

Além da PEC Paralela, outro tema foi acertado com a equipe econômica para ser tratado em proposta autônoma. É o "pedágio" cobrado dos trabalhadores prestes a se aposentar, que terão de trabalhar o dobro do tempo que falta para a aposentadoria. O senador Álvaro Dias (Podemos-PR) desistiu do destaque para evitar o retorno da proposta à Câmara. Para ter mais chances de aprovação na Câmara e no Senado, ele exigiu que o tema fosse tratado sozinho em outra proposta de emenda constitucional. "O pedágio é de 17% para os militares, 30% para os parlamentares e 100% para os demais. Queremos discutir uma regra de transição que suavize o drama para quem já trabalhou muito e vai trabalhar ainda mais para chegar à aposentadoria", afirmou Dias.

Por Folhapress


21 Outubro 2019 09:45:00

Segundo a polícia, o pai dela trabalhava no local e levou a família para conhecer a obra.

$artigoImagemTitulo


Brenda morreu ao cair do 18º andar de prédio - Foto: Reprodução/ NSC TV

Uma menina de 8 anos morreu ao cair do 18° andar do prédio no domingo (20) no Centro de Balneário Piçarras, Litoral Norte catarinense. Brenda Silva chegou a ser socorrida pela família e levada para o pronto atendimento, mas não resistiu aos ferimentos. A informação foi confirmada pela prefeitura do município.

Segundo a polícia, o prédio está em construção. O pai da criança trabalha nas obras do edifício e levou a família para conhecer as instalações. A menina estava correndo pelo local, quando se desequilibrou e caiu.

O corpo da criança foi enterrado na manhã desta segunda-feira (21) no Cemitério Municipal de Balneário Piçarras.

Por G1 SC e NSC TV


Liga Riosulense
21 Outubro 2019 09:19:00

$artigoImagemTitulo


O fim de semana foi decisivo para a definição das equipes que seguem na disputa pelo título nas Séries Ouro e Prata do Campeonato da Liga Riosulense de Futebol "Taça Sicoob Alto Vale/Fiat Ravenna". Neste sábado e domingo foram realizados os jogos de volta das quartas de final e na Série Prata os vencedores ainda garantiram vaga na Primeira Divisão de 2020.

Pela Série Ouro, em Taió, o Caramuru/Agro Deluca jogava com a vantagem do empate diante do SER Cacique e ainda conseguiu sair na frente com Dionísio, no segundo tempo, em falha do goleiro Eder. Os taioenses empataram minutos depois em pênalti convertido com Ferrugem. O Cacique tentou pressionar para forçar as penalidades, mas a igualdade classificou o clube de Laurentino.

O Caramuru terá pela frente agora o Rio do Sul Futebol Clube. Os rio-sulenses voltaram a vencer o Serra Cima, desta vez por 3 a 0, e ficaram com a vaga. Kaique, Matheus e Luis marcaram. Na cidade de Presidente Getúlio, o Cruzeiro empatou com o Guarani em 2 a 2. Renato e André Rocha marcaram para os donos da casa, já Paulinho e Lenon anotaram para os visitantes. O Cruzeiro, que havia goleada na ida, se classificou para as semifinais.

Já o Cruzeiro agora joga com o Poço Rico, de Otacílio Costa. No estádio da Klabin, os donos da casa golearam por 7 a 1 a equipe do Avanti/LZT Jeans/Postos R4. Egon (2), Léo (2), Fabiano, Everton Douglas e Gima marcaram. Os jogos de ida das semifinais serão realizados nas cidades de Presidente Getúlio e Laurentino em datas que serão divulgadas nesta segunda-feira pela Liga Riosulense de Futebol.

Na Série Prata, o Atlético Serrano FC já havia garantido vaga nas semifinais e na Primeira Divisão de 2020. Neste domingo foram definidas as outras três equipes. Em Pouso Redondo, a SME/APR/Imperial derrotou o Canto do Rio/CME por 3 a 0 e se classificou. Quem também avançou foi o EC Asa Branca que aplicou 4 a 0 no Botafogo/CME em Trombudo Central. No sábado, em Lontras, o EC Nova Estrela/CME ganhou de 2 a 1 do SPORT e também avançou.

A semifinais da Série Prata serão: Nova Estrela x Asa Branca e Atlético Serrano x Imperial. As datas também serão confirmadas nesta segunda-feira. O Campeonato da LRF conta com o patrocínio oficial de Sicoob Alto Vale e Fiat Ravenna, além do apoio da Atack Sports, Penalty e JV Automóveis. Todas as informações, como tabela completa, classificação, artilharia e outros detalhes estão disponíveis no site: www.ligariosulensedefutebol.com.br.

FORMA DE DISPUTA:

As semifinais da "Taça Sicoob Alto Vale/Fiat Ravenna" serão disputadas em jogos de ida e volta nas Séries Ouro e Prata. Avança para a decisão a equipe que conquistar pelo menos uma vitória e um empate. Se houver uma vitória para cada lado, o classificado será a equipe que tem o melhor saldo de gols. Em casa de igualdade no saldo ou dois empates, a decisão irá para as penalidades.

RESULTADOS - QUARTAS DE FINAL:

DOMINGO (6):

SÁBADO (19):

  • Prata: EC Nova Estrela/CME Lontras 2 x 1 SPORT

DOMINGO (20):

  • Ouro: A.A. Poço Rico 7 x 1 Avanti/LZT Jeans/Postos R4
  • Ouro: Cruzeiro Esporte Clube 2 x 2 Guarani Mano´s Veículos
  • Ouro: SER Cacique 1 x 1 Caramuru/Agro Florestal Deluca
  • Ouro: Rio do Sul Futebol Clube 3 x 0 Serra Cima FC
  • Prata: Botafogo/CME Trombudo Central 0 x 4 Esporte Clube Asa Branca
  • Prata: SME/A.P.R./Imperial 3 x 0 CME Agrolândia/Canto do Rio

PROGRAMAÇÃO - SEMIFINAIS

(data e horários serão divulgados nesta segunda-feira)

  • Ouro: A.A. Poço Rico x Cruzeiro Esporte Clube
  • Ouro: Rio do Sul Futebol Clube x Caramuru/Agro Florestal Deluca
  • Prata: EC Nova Estrela/CME Lontras x Esporte Clube Asa Branca
  • Prata: SME/A.P.R./Imperial x Atlético Serrano FC

Daniel dos Santos - Assessoria de Imprensa


Liga Riosulense
21 Outubro 2019 09:19:00


O fim de semana foi decisivo para a definição das equipes que seguem na disputa pelo título nas Séries Ouro e Prata do Campeonato da Liga Riosulense de Futebol "Taça Sicoob Alto Vale/Fiat Ravenna". Neste sábado e domingo foram realizados os jogos de volta das quartas de final e na Série Prata os vencedores ainda garantiram vaga na Primeira Divisão de 2020.

Pela Série Ouro, em Taió, o Caramuru/Agro Deluca jogava com a vantagem do empate diante do SER Cacique e ainda conseguiu sair na frente com Dionísio, no segundo tempo, em falha do goleiro Eder. Os taioenses empataram minutos depois em pênalti convertido com Ferrugem. O Cacique tentou pressionar para forçar as penalidades, mas a igualdade classificou o clube de Laurentino.

O Caramuru terá pela frente agora o Rio do Sul Futebol Clube. Os rio-sulenses voltaram a vencer o Serra Cima, desta vez por 3 a 0, e ficaram com a vaga. Kaique, Matheus e Luis marcaram. Na cidade de Presidente Getúlio, o Cruzeiro empatou com o Guarani em 2 a 2. Renato e André Rocha marcaram para os donos da casa, já Paulinho e Lenon anotaram para os visitantes. O Cruzeiro, que havia goleada na ida, se classificou para as semifinais.

Já o Cruzeiro agora joga com o Poço Rico, de Otacílio Costa. No estádio da Klabin, os donos da casa golearam por 7 a 1 a equipe do Avanti/LZT Jeans/Postos R4. Egon (2), Léo (2), Fabiano, Everton Douglas e Gima marcaram. Os jogos de ida das semifinais serão realizados nas cidades de Presidente Getúlio e Laurentino em datas que serão divulgadas nesta segunda-feira pela Liga Riosulense de Futebol.

Na Série Prata, o Atlético Serrano FC já havia garantido vaga nas semifinais e na Primeira Divisão de 2020. Neste domingo foram definidas as outras três equipes. Em Pouso Redondo, a SME/APR/Imperial derrotou o Canto do Rio/CME por 3 a 0 e se classificou. Quem também avançou foi o EC Asa Branca que aplicou 4 a 0 no Botafogo/CME em Trombudo Central. No sábado, em Lontras, o EC Nova Estrela/CME ganhou de 2 a 1 do SPORT e também avançou.

A semifinais da Série Prata serão: Nova Estrela x Asa Branca e Atlético Serrano x Imperial. As datas também serão confirmadas nesta segunda-feira. O Campeonato da LRF conta com o patrocínio oficial de Sicoob Alto Vale e Fiat Ravenna, além do apoio da Atack Sports, Penalty e JV Automóveis. Todas as informações, como tabela completa, classificação, artilharia e outros detalhes estão disponíveis no site: www.ligariosulensedefutebol.com.br.

FORMA DE DISPUTA:

As semifinais da "Taça Sicoob Alto Vale/Fiat Ravenna" serão disputadas em jogos de ida e volta nas Séries Ouro e Prata. Avança para a decisão a equipe que conquistar pelo menos uma vitória e um empate. Se houver uma vitória para cada lado, o classificado será a equipe que tem o melhor saldo de gols. Em casa de igualdade no saldo ou dois empates, a decisão irá para as penalidades.

RESULTADOS - QUARTAS DE FINAL:

DOMINGO (6):

SÁBADO (19):

  • Prata: EC Nova Estrela/CME Lontras 2 x 1 SPORT

DOMINGO (20):

  • Ouro: A.A. Poço Rico 7 x 1 Avanti/LZT Jeans/Postos R4
  • Ouro: Cruzeiro Esporte Clube 2 x 2 Guarani Mano´s Veículos
  • Ouro: SER Cacique 1 x 1 Caramuru/Agro Florestal Deluca
  • Ouro: Rio do Sul Futebol Clube 3 x 0 Serra Cima FC
  • Prata: Botafogo/CME Trombudo Central 0 x 4 Esporte Clube Asa Branca
  • Prata: SME/A.P.R./Imperial 3 x 0 CME Agrolândia/Canto do Rio

PROGRAMAÇÃO - SEMIFINAIS

(data e horários serão divulgados nesta segunda-feira)

  • Ouro: A.A. Poço Rico x Cruzeiro Esporte Clube
  • Ouro: Rio do Sul Futebol Clube x Caramuru/Agro Florestal Deluca
  • Prata: EC Nova Estrela/CME Lontras x Esporte Clube Asa Branca
  • Prata: SME/A.P.R./Imperial x Atlético Serrano FC

Daniel dos Santos - Assessoria de Imprensa


Previsão do Tempo
21 Outubro 2019 09:10:00

Semana começa com tempo instável e temperaturas amenas em relação ao fim de semana na maior parte do Estado

$artigoImagemTitulo


Previsão de chuva, raios e vento forte nesta terça-feira - Foto: Reprodução

A expectativa para esta segunda-feira (21) é de tempo chuvoso em Santa Catarina. Será um dia instável em todo o Estado devido a uma área de baixa pressão. As temperaturas sofrem uma leve queda em relação ao fim de semana e ficam mais amenas. A máxima não passa dos 24ºC em Maravilha, no extremo Oeste.

A chuva mais forte deve se concentrar entre madrugada até início da tarde, principalmente para as regiões Oeste, Meio-Oeste, Norte e Litoral Norte do Estado com raios. Tem chance de granizo. Na Grande Florianópolis, Sul do Estado e Planalto Serrano o céu permanecerá nublado e com fraca.

No Litoral o vento sofra de nordeste de fraco a moderado na maior parte do tempo e para o Oeste muda do quadrante norte para sul à tarde. Já a ondulação terá picos de, no máximo, 2 metros.

Confira as temperaturas mínimas e máximas no Estado 

  • Florianópolis/Palhoça/São José: mínima 16°C, máxima 23°C;
  • Criciúma/Tubarão/Laguna: mínima 14°C, máxima 20°C;
  • Imbituba: mínima 16°C, máxima 23°C;
  • Lages: mínima 11°C, máxima 16°C;
  • Urupema: mínima 8°C, máxima 14°C;
  • Maravilha: mínima 12°C, máxima 24°C;
  • Chapecó: mínima 13°C, máxima 22°C;
  • Joaçaba: mínima 13°C, máxima 23°C;
  • Caçador: mínima 12°C, máxima 20°C;
  • Itaiópolis/Mafra/Canoinhas: mínima 14°C, máxima 20°C;
  • Joinville: mínima 17°C, máxima 21°C;
  • Balneário Camboriú: mínima 17°C, máxima 21°C;
  • São Francisco do Sul: mínima 19°C, máxima 31°C;
  • Blumenau: mínima 18°C, máxima 20°C;
  • Rio do Sul: mínima 15°C, máxima 20°C.

Saudações Meteorológicas 

Meteorologista Cátia Braga




PUBLICIDADE

O JATV.com.br é um portal de informação 24 horas por dia e 365 dias por ano no ar. Presentes nas redes sociais, somos compatíveis com todos os dispositivos que dispoem de acesso à internet.

Endereço: Rua 29 de Dezembro, 643 - Sala 03 - Centro, Rio do Campo - SC, 89198-000
Telefone: (47) 3564-0318 | Email: contato@jatv.com.br

|